Corpos revestidos de pele.
Imaginar uma forma de linguagem é imaginar uma forma de vida e estas colunas são corpos revestidos de pele. Através da interpretação do epidérmico, como sinónimo de superficial, a pele torna-se apenas uma aparência de um corpo sem vida interior.
A dicotomia mente/corpo faz parte da sociedade contemporânea, onde há identidades socialmente construídas e constantes evoluções do eu exterior.
Aparências privadas de vida.

***

Bodies covered with skin.
To imagine a form of language is to imagine a way of life and these columns are bodies covered with skin. Through the interpretation of the epidermal as a synonym for superficial, the skin becomes just an appearance of a body with no inner life.
The mind/body dichotomy is part of contemporary society, where there are socially constructed identities and constant evolution of the outer self.
Appearances deprived of life.


150cm x 21cm x 15cm
163cm x 21cm x 15cm
168cm x 21cm x 15cm
Técnica mista sobre madeira / Mixed media on wood

up