Skip to main content

Mudaram-se os discursos
mudaram-se os cursos de onde o rio irá fluir
pois palavras de ordem e progresso
não tocam o sentir
não tocam o agir
de nada servem quando o momento é de existir
sobreviver
sentir

De que servem as palavras que não correm com a ação
de junção livre
em compreensão e coordenação
o rio é integro no seu curso
e não tu meu irmão
o rio é uno no seu fluir
e não tu sem dar a mão

Olhar o peito a descoberto
descobrir o que está feito e está desfeito
corrigir
voltar a sentir
voltar a re-pensar o agir quando se falhou no dar
naqueles discursos soltos ao ar
que de nada serviram
só para tentar, só para tentar vazio
sem terra para sustentar o rio
e agora mudaram-se os discursos
já era hora de ver os cursos do rio a fluir
pois palavras de retrocesso
não servem mais
não existem mais
na verdade quando o momento é de existir
viver
sentir
só a Terra servirá o peito

Uniu-se o discurso à ação

O rio é integro meu irmão
sempre foi
o rio é limpo
como o que flui tão fundo no teu coração

E a Terra não precisa de palavras meu irmão
apenas toque
alinhado ao discurso do silêncio e da sua coerente ação

xxx

Leave a Reply